domingo, 11 de abril de 2010

Tempestades em alto mar

   Cai uma chuva que imagino ser capaz de derrubar morros, arrastar casas e fazer correnteza, mas não dá pra saber. Estou no mar. Pelo menos é assim que me considero. Eu e vocês; fazendo parte desse navio que antes nos levava para a eternidade e hoje, para lugar nenhum.
   Sinto-me como o capitão, aquele que sabe que tem uma missão e está entusiasmado com a mesma. Seria capaz de vender os olhos e os ossos para conseguir que tudo tenha o fim esperado e que o navio aporte no lugar certo, no tempo exato.
   Enquanto sinto vocês como os trabalhadores do navio. Cansados dessa vida em alto-mar. Sempre a mesma água transparente. Sempre céu cinza ou azul. As mesmas caras; todos os dias, o mesmo sol. Que monotonia! Vocês estão enjoados e refletem, no olhar, o quanto pensam que é melhor esse navio afundar logo. Tudo acabaria  de uma vez. Vocês não se importariam.
   A verdade é que barco não navega só com o capitão. Se os marujos não ajudam, "Olá, fundo do mar. Chegamos, enfim". Se vocês não ajudam, bom, não vamos chegar nem ao porto seguinte. Todos esperarão pela volta que nunca ocorrerá, porque até mesmo a ida ficará pela metade.
   Só queria dizer que estou exausta de pilotar sozinha. Levanto a bandeira banca, peço paz, mas me rendo também. Estou fora e pulo na água se for necessário. Iremos afundar e lá embaixo, ficar para sempre ou até que subamos para a superfície em busca de ar. Cada um por si. Boa sorte para vocês, pois sei que vou precisar.

10 comentários:

FatoSempalavras. disse...

"Olha, eu sei que o barco tá furado e sei que você também sabe, mas queria te dizer pra não parar de remar, porque te ver remando me dá vontade de não querer parar de remar também." Caio F. Abreu




A sorte virá até ti...espere!!!

O mesmo de sempre, o tudo de nadam cansa,né?

Abraços, querida.

Veronica Rodrigues disse...

obrigado pela visita em meu blog e por comentar em um texto tão bizarro. Eu ri quando li.
um beijo e boa semana pra ti.

Mandy disse...

Estar lá no fundo do fundo é tenso, eu sei. Mas como muita gente ja falou pra mim, tudo vai melhorar. A unica coisa que devemos fazer é acreditar nisso.
Adorei a historinha, viu. *-*
Beijão
Mandy

Bia disse...

Nessas horas devemos acreditar que as coisas vão melhorar , não podemos desanimar , temos de reiventar , criar , acreditar que tudo vai mudar .
Li num livro que sempre haverá vida enquanto houver sonhos e esperança , e é isso aí que digo pra você lu , não desista :*

Erica Vittorazzi disse...

'Cada um por si e Deus por quem pode'. Até quando pensaremos assim?

O barco está furado mesmo!!

bEIJO

Daniela Filipini disse...

Eu sei, realmente nos cansamos. Das pessoas, dos lugares, dos olhos, das vozes, músicas, Cansamo-nos de tudo, definitivamente tudo. Cansamos do vazio e também da felicidade, cansamos até mesmo de nós, e então inovamos, e nunca estamos satisfeitos.
Enfim, eu acho que você sabe onde quis chegar...
Adorei o post, como sempre! :)

Babizinha disse...

Mas quem disse que o mar é somente calmaria? Na primeira onda prestes a emborcar o barco lá estarão os marujos ao lado do capitão estendendo-lhe as mãos, nem que seja para mantê-lo na superfície para respirar. E tudo fica subentendido.

Beijos
;*

Regina disse...

sempre esperando uma ajuda pra piolar, o tempo passar e trazer alguém pra pilotar, o vento empurrar e facilitar a remar... sempre! desistir jamais. é o que dizem.
eu iria preferir mudar de rumo.

Mel disse...

O mar também tem suas ondas tão altas que nem chegam perto dos problemas em terra firme. A onda da insegurança, da solidão, da falta de alguém para ajudar a comandar o navio, tantas ondas que nem sei. Viver no mar deve ser lindo e ao mesmo tempo muito cheio de ondas que nos arrasam por dentro. Adorei o texto, acredito, que na minha vida, sou uma capitã muito relapsa que perde o controle com qualquer marolinha, mas que até hoje acredita não afundar até um porto seguro á vista estar! Beijos

FatoSempalavras. disse...

Ah....

eu ameiiii escrever com vc.

Obrigado, sim?

Forte abraço.

Postar um comentário

 
By Biatm ░ Créditos: We ♥ it