quinta-feira, 9 de setembro de 2010

Janela, madrugada, luz tardia

_ Água-marinha põe estrelas no mar / Praias, baías, braços, cabos, mares, golfos / E penínsulas e oceanos que não vão se... Que é isso que está batendo? - perguntou ela,  interrompendo a música
_ Não sei. Acho que é meu coração
_ Será que o mundo vai acabar? - encontrava-se aflita
_ Decerto vai
_ ...
_ Não me olha assim. Você ainda vai ser minha bailarina e eu serei seu soldadinho de chumbo
_ Aquele errado que deu certo... - completou ela
_ Aham. E as coisas lindas são mais lindas / Quando você está / Hoje você está / Onde você está
 E a chuva batia alarmante na janela, os relâmpagos iluminavam o cômodo e os raios faziam os móveis rangerem. Enquanto eles cantarolavam embaixo do edredom - no universo paralelo criado como refúgio em dias frios.

18 comentários:

dianaBruna disse...

Lindo!
E ao som d'O Teatro Mágico então...
Perfeito!
"Nossa casinha pequena parece vazia sem o teu balé"
bjooos

Mandy disse...

Aii que fofo *--* Queria muito ter um momento assim :) Deve ser tão perfeito, e tão magico, e tão tudo...
Adoorei *-*
Beijoos
Mandy

Dani disse...

Que lindo! Me deu vontade de ter alguém pra dividir o edredon também! :)

E obrigada por me falar a história da música... eu adoro Ranato Russo tbm! Queria que ele ainda estivesse vivo! :)

Beijos :*

Pâmela Grassi disse...

Luiza,

Muito bonito! Edredon é um mundo que se cria nas noites de inverno,

Beijos

Daniela Filipini disse...

O mundo não vai acabar antes de sermos o que devemos ser. Lindo post.

Duca disse...

Quando se ama tudo ganha uma linda dimensão!

Um abraço.

Bell Souza disse...

Lu minha flor, você sempre consegue me comover. Eu dou os meus jeitos com o HTML, mas aquele lay foi um presente. Obrigada pelo carinho.

Albertt disse...

todo ser Humano mano precisar passar por uma experiencia assim!
abraaço!

Gêsa disse...

Eu estava lendo um textos sobre dinheiro trazer felicidade, ou não.E faltou algo que eu não consegui argumentar sobre eles, faltou o seu texto. Um prova de que nos momentos de felicidade plena todo resto realmente não importa, e que esse é o bem mais precioso.

FatoSempalavras. disse...

Sublime. Te dizer, imaginei eles embaixo do edredom e ainda estavam cantarolando: ''o inferno são os outros''

Vc vai achar mais uma viagem, mais surto meu, mas imaginei! rs

Forte abraço e 45 beijos.

Jéssica Fiaz disse...

Olá, como vai? Eu queria convidar você que gosta de escrever - blogueiros ou não - para participarem do projeto "De onde veem as letras?".

A cada semana são dois desafios: um de leitura de imagens e um outro variado. E a cada semana teremos dois vencedores: um blogueiro e um outro não-blogueiro. E os textos serão publicados no blog: http://deondeveemasletras.blogspot.com/

Para se cadastrar e saber mais informações visite nossa comunidade: http://www.orkut.com.br/Main#Community?cmm=106177803

Obrigada!

Paloma disse...

Lindo! Nada como um edredom e uma boa companhia em um dia frio e chuvoso. Seu texto dá até saudade.
Beijos

Ana Lu disse...

Ahh, que lindinho Luiza!
Beijoss

Babizinha disse...

Eu não sei o que é isso, mas dentro da mente tudo flui e a cena é fácil de se imaginar o aconchego - corpos unidos, bocas seladas e a cantiga na mente. Momentos memoráveis e simples! (:

Beijos
:*

Stephanie Martins disse...

"Aquele errado que deu certo..." - melhor passagem do texto que, por sinal, é lindo! Gostei muito e consigo até visualizar o diálogo!

Robson disse...

"Concordo com a Stephanie, o errado que deu certo é maravilhoso! é o ponto de fuga de todo o texto! adorei!

Gabriela Marques disse...

Em um dia frio o melhor que podemos fazer é ficar embaixo do edredom com quem amamos.
Lindo demais, adoro os textos que você escreve. beijos! :*

Gabriela Marques disse...

Ganhei um selinho e indiquei você, o link está aqui:
http://ignorem-me.blogspot.com/p/selinhos.html

Beijos! :*

Postar um comentário

 
By Biatm ░ Créditos: We ♥ it