domingo, 31 de outubro de 2010

Verões

"E no meio de um inverno eu finalmente aprendi que havia dentro de mim um verão invencível"
Chuvas torrencias, cheiro de terra molhada e as lembranças passando pela janela do ônibus...
O inverno congelava os dedos que estavam fora do casaco
E roseava bochechas expostas à gélida brisa que vinha do Sul,
Eu que resolvi ignorar, fazer dele intenso verão
Calor escaldante desse Rio 40º e transformar todos os meus dias
Em dias de praia esperando o sol se pôr para ir embora
Fazer do meu inverno verão que retorce as árvores com vento quente que anuncia temporal
Verão inesquecível
Invencível
E talvez,
Inexistente...

13 comentários:

Stéffani Rocco disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Ғelipe Eller disse...

Todos temos luzes, e consequentemente, um verão dentro de nós; que são capazes de transformar o que está em nossa volta, seja isso um inverno ou qualquer outra coisa. Seja o seu próprio verão! òtimo texto.

Dani disse...

É bom ter um verão dentro da gente... isso nos permite ver cores vivas qando tudo é cinza e aquece o coração quando tudo é gelo! Teu texto me lembrou um poema da Martha Medeiros que eu adoro...

"Não tenho culpa se meus dias têm nascido completamente coloridos. Simplesmente quando acordo decido que quero ser feliz, mas alguns ainda cismam em querer borrar minhas cores. Muito menos tenho culpa se o meu sorriso é verdadeiro, espontâneo e acontece por motivos bobos, mas especiais para mim. Não tenho culpa se meus passos nem sempre são firmes. Eu não sou perfeita. Eu tropeço e caio de vez em quando, na verdade, caio bastante e isso não me machuca. Tenho certeza que a cada tombo eu consigo levantar sempre mais forte do que antes.
Meus olhos tem tido um brilho bem mudado ultimamente. – E se têm! - Eles brilham diferente e intensamente a cada dia.
Tenho bastante lápis de cor e várias pessoas com bastante deles também com quem pintar juntos. Pra quem quiser pintar um pouco mais de alegria na vida, empresto mais que prontamente os meus, basta me chamar e vou ao seu encontro! Empresto. Mas, por favor, Não tentem borrar os meus dias. Eles já estão ótimos pintados da cor que estão...'' (Martha Medeiros!)

Acho que ela tbm tinha um verão dentro de si, quando escreveu este texto!

Beijos flor :**

Ana Lu disse...

Ai Luiza, que lindo! Dentro de mim também sempre existe o verão, mesmo que lá fora esteja fazendo um frio congelante!
Beijos!

Bruno Fernando disse...

Lindo Luíza, vamos ver as coisas pelo lado mais bonito mesmo que esteja tudo bem complicado, podemos sim torná-los melhores com o simples ato de pensar, imaginar as coisas e cantar talvez, não dizem que as palavras tem poder?

Beijos

Gêsa disse...

O importante é escolher o lado certo pelo qual veremos as coisas, fazer do inverno verão ou de x um y só depende de nós.

Ah o filme é Garota Fantástica, a Ellen Page é uma fofa. (:

dianaBruna disse...

O verão ainda está chegando dentro de mim...
Enquanto isso, vou curtindo a primavera do meu coração.
Beijos!!

Daniela Filipini disse...

O verão, ah, o verão...
A estação mais brilhante, mais cheia de vida. Tati Bernardi é ótima.
Lindo post.

Cintia Tavares disse...

Oi flor, tudo bem? Estava visitando o Blog de um amigo, quando derepente me deparei com o nome do teu. Achei interessante, resolvi entrar e o melhor te toda essa história é que eu não perdi meu tempo com isso. Teus textos são incríveis, passei horas aqui, na madrugada, lendo. Não dá pra comentar em todos, mais fica aqui nesse comentário toda a minha alegria de ter topado com você! :D
Beeeijos.

fatoSempalavras disse...

Sou seguinte da música: ''deixa o verão pra mais tarde' rs

eu não sou tão chegado..prefiro mais os dias frios...mas, pessoas igual a vc não necessita do verão, o brilho existe em ti, o amor tb!

=)

Brunno Lopez disse...

Invencível e inesquecível.
Palavras que tatuaria se pudesse.

Eu curto esse seu momento de poder.

Babizinha disse...

Quase sempre sou inverno, mas em mim floresce a primavera para noutro ser outono. Dessa amenidade até me acostumei; quando provar do verão lhe digo - talvez tenha até sentido através do seu texto: 'intensa doçura e alegria'.

Beijos
:*

gabriela marques. disse...

Você é carioca, e eu amo isso.
Apesar de que devo ser sincera, odeio o sotaque de vocês, mas invejo Rio de Janeiro. A Cidade Maravilhosa, apesar dos apesares... Sabemos nós, brasileiros.
Não é por mal que o colocaram no cartão postal.
Êta, Cidade Bonita!
Carioca é bronzeada, meu sonho de consumo.
Moro aonde tem praias, mas aqui o sol não é carioca. Quase nunca ganho cor.

Postar um comentário

 
By Biatm ░ Créditos: We ♥ it