domingo, 9 de maio de 2010

Sobre nós dois e o resto do mundo

Não notas que não é sobre você que escrevo? 
Não percebes que de nós dois não resta nada e que outro preenche essas linhas?
Temo ser cruel e despedaçar seu coração, mas temo também faltar-me crueldade para que entenda esse nosso fim.
Não me culpe se não te amo, pois já me culpo por amar a outro.
Apenas deixe-me viver como acho que devo. 
Deixe-me olhar o mundo sob a minha perspectiva. 
Não me julgues nem me apontes.
Siga o seu caminho que seguirei o meu

18 comentários:

Sheila disse...

"Apenas deixe-me viver como acho que devo."

Sera que sabemos realmente o qe deve ser certo para nossas vidas?
adorei o texto, fiquei pensando em situações que eu vivi..sera que eu ainda sigo minha vida e ele a dele? hahahaha

gostei do blog flor. seguirei

beeijos

Robson disse...

Engraçado como derrepente o que antes era tão bom e colorido fica opaco, o que antes era tão gostoso fica sem sabor...sempre fico pensando na dinâmica do "deixar de amar" e nunca acho uma resposta que me satisfaça, mas acho que não existe essa resposta, somente acontece e pronto!

Bom texto! Gostei do Blog!

Mandy disse...

"Siga o seu caminho que seguirei o meu", tenho que fazer isso :( Mas um dia conseguirei sim.
Ta lindo o texto viu *-* adorei.
Beijoos
Mandy

Bell Souza disse...

Um texto para quem tem atitude de fazer a escolha, mesmo que esta aparentemente, não seja a certa. beijos

sarah disse...

julgar o amor não se podes fazer,
precisamos viver intensamente cada sentimento..
de uma forma que possamos o remetê-los em lembranças !


beijos querida.

Monique Premazzi disse...

Palavras de atitude, isso é bom. Mostra que você tem personalidade para fazer suas próprias escolhas. Adorei o blog, voltarei mais vezes.
xx

Erica Vittorazzi disse...

É triste quando o amor acaba para apenas um dos lados. Mas, sempre é assim, né? Seguiremos em frente, então...


beijos

Maísa Guimarães disse...

ninguem tm culpa por amar algueem ^^

Daniela Filipini disse...

A vida é feita de encontros e desencontros.
Adorei!

Hosana Lemos disse...

ainda direi tais palavras, e não vejo a hora desse dia chegar!

Faith ~ Rocket Queen disse...

Já vivenciei situações como a que você descreveu em forma desse lindo poema/crônica várias vezes; é triste, é desgastante, mas necessário...
Belas palavras, escreves super bem.

Passarei a acompanhar sempre seu blog.
Bjs ;*

meus instantes e momentos disse...

muito bom teu blog,
muito bom.
Maurizio

James Pimentel disse...

ah sim... um texto legal, mas que ficou incoerente com essa foto!!

obrigado pela visita no meu blog, mas respondendo ao seu coments, na argumentação vale tudo! E o terremoto tem haver com isso sim!
auhaushaushauhsa

Gabriela disse...

Gostei muito do blog e do jeito que você escreve! :)

Flavih Jones disse...

É isso aí garota. ATITUDE.
Gostei daqui.
=)

Beijos

Daniela Filipini disse...

Se um dia nossos caminhos se reencontrarem, então viveremos aquele devido momento. Mas por enquanto, por hoje, me esqueça.

Lílian disse...

ah que lindo seu texto amoor *-*

estou seguindo

Buba. disse...

A minha frase já seria ao contrário "Não notas que é sobre você que escrevo?". É sempre sobre ele. Ele. Ele. Mas ele nunca percebe, nunca está nem ai.

Postar um comentário

 
By Biatm ░ Créditos: We ♥ it