segunda-feira, 19 de julho de 2010

22-11

_ Por que fechaste a cara?
_ Porque levaste meu coração e agora não me restou nenhum
_ Podes ficar com essa flor em troca
_ Não. Gostaria do meu coração, mas agora... Agora sou só vazio. Vazio abismo que me separa do mundo e que me aproxima do nada. Temo que seja hora de ir embora.
Ela girou e seguiu caminho, lentamente, respirando e inspirando a pureza do ar.
_ E se eu te disser que tens meu coração? - gritou ele
Ela se virou para olhá-lo nos olhos
_ Não foi um roubo. Foi apenas uma troca. Um coração pelo outro.
_ E por que não me falou que estava com ele? - ela correu, nas pontas dos pés e parou à sua frente.
_ Tinha medo que não o aceitasse. Poderia jogá-lo no mar, na boca de um leão feroz ou dentro de um avião que voaria para outro país
_ E se o fizesse?
_ Acho que ele não resistiria de tanta dor. Dor pelo amor que fora renegado
_ Então me amas?
Ele abaixou a cabeça. Escapando com os olhos um tanto quanto tímido, e então respondeu:
_ Se amar é gargalhar sozinho por lembrar daquilo que me disseste anteontem e chorar por não ter me dado aquele belo sorriso ontem, e se amar é dar teu nome as estrelas e oferecer-te uma flor quando queria dar-te todo um jardim, então talvez eu ame de verdade - levantou os olhos, vencendo a timidez
_ Então devo confessar que aceito a troca. Seu coração pode ser meu, pois tenho certeza que o meu já se encaixara junto a seu peito.

16 comentários:

Duca disse...

Consegui ouvir sininhos tocando durante toda a leitura deste texto tão apaixonado.
Que seja sempre doce!

Luaana disse...

óoooin! Que lindo isso! Um verdadeiro diálogo entre dois corações apaixonados *-*

Fabrício Santiago disse...

Olá, desculpe invadir seu espaço assim sem avisar. Meu nome é Fabrício e cheguei até vc através do Blog Alinhavo de Cores. Bom, tanta ousadia minha é para convidar vc pra seguir meu blog Narroterapia. Sabe como é, né? Quem escreve precisa de outro alguém do outro lado. Além disso, sinceramente gostei do seu comentário e do comentário de outras pessoas. Estou me aprimorando, e com os comentários sinceros posso me nortear melhor. Divulgar não é tb nenhuma heresia, haja vista que no meio literário isso faz diferença na distribuição de um livro. Muitos autores divulgam seu trabalho até na televisão. Escrever é possível, divulgar é preciso! (rs) Dei uma linda no seu texto, vou continuar passando por aqui...rs



Narroterapia:

Uma terapia pra quem gosta de escrever. Assim é a narroterapia. São narrativas de fatos e sentimentos. Palavras sem nome, tímidas, nunca saíram de dentro, sempre morreram na garganta. Palavras com almas de puta que pelo menos enrubescem como as prostitutas de Doistoéviski, certamente um alívio para o pensamento, o mais arisco dos animais.


Espero que vc aceite meu convite e siga meu blog, será um prazer ver seu rosto ali.


Abraços

http://narroterapia.blogspot.com/

Gabriela Marques disse...

Muito lindo o diálogo, é a coisa mais fofa entre dois apaixonados. Amei!

Muito legal aqui, adorei o nome do blog, super criativo! rsrs
Beijos

Milla disse...

Que lindo! Adorei o texto, a ideia de que quando nos apaixonamos podemos trocar de coração que os dois irão ter a mesma função é bem real...Basta ter o sentimento de verdade.

beijos

Pâmela Grassi disse...

Luiza,

Esssa troca infusa que é a explosão dos corpos num diálogo com a alma! Adorei!

cá fico te seguindo,
deixo aqui também o convite,

beijos

@thwashere disse...

Cara, estou fascinada! Ficou lindo *-* Adorei, sério.

dianaBruna disse...

A troca é tão simples... só cuide bem do que lhe foi dado, não há devolução - ao menos não inteiro.
=*

Luciana Brito disse...

Um diálogo pra lá de empolgante e fofo. Amor em cada palavra.

Bonito, bonito.
Beijo, Luiza.

Mandy disse...

*--------* Que lindo Luizaa.. Muito lindo mesmo.
Ain como é bom ficar assim desse jeito. :)
Feliz dia do amigo ♥
Beijos
Mandy

Podolski disse...

*-------------------------------*
Linda história, principalmente na fala dele.

Eu tô passando por um momento em que essa situação seria a minha desgraça, rs. Mas como sempre, eu sou o errado aushauhsahsh

Beeeijos!

Camila disse...

lindo demais..
essa parte me deixou sem ar:
Se amar é gargalhar sozinho por lembrar daquilo que me disseste anteontem e chorar por não ter me dado aquele belo sorriso ontem, e se amar é dar teu nome as estrelas e oferecer-te uma flor quando queria dar-te todo um jardim, então talvez eu ame de verdade - levantou os olhos, vencendo a timidez
_ Então devo confessar que aceito a troca. Seu coração pode ser meu, pois tenho certeza que o meu já se encaixara junto a seu peito.

~*Rebeca e Jota Cê*~ disse...

Adorei!

Daniela Filipini disse...

Que lindo. *-*

Maísa Guimarães disse...

liiindo (:
passa la no meu blog tem novidade(:

Bianca Ribas disse...

Ahhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhh.
Morri, muito linda lu! se amar é tudo isso, eles devem ficar juntos. E ficaram! Ahh adorei mesmo!

Postar um comentário

 
By Biatm ░ Créditos: We ♥ it